HOTEL LA PIROGUE RESORT

Enfim chegamos ao La Pirogue Resort e posso dizer que o hotel é simplesmente sensacional, “em partes” pois, hoje vou contar a minha experiência nesse hotel luxuoso! O local era incrível e o atendimento muito bom, todos os dias eu recebia um ” Bonjour” do pessoal que cuidava dos quartos com muito carinho e eu adorava isso pois, uma coisa que eu amo nesse mundo, é fazer novas amizades !
A minha estádia por aqui foi bem tranquila, a praia é com águas super calmas mas, a piscina infinita do hotel me fez apaixonar e a única coisa que eu fiz foi tomar sol na piscina, vendo esta vista incrível.

Tudo estava perfeito até que resolvemos jantar e descobrimos que jantar no hotel saía em torno de R$528,00 por pessoa no serviço Buffet, fiquei chocada e de boca aberta. Resolvemos sair do hotel e procurar um restaurante, andamos um monte porque táxi aquela hora era algo em extinção, a estrada era uma escuridão só e encontramos sim alguns restaurantes e chegamos até a fazer um pedido mas, levantamos da mesa e fomos embora depois de nos depararmos com os talheres todos sujos à mesa. Gente, sem frescura, não conseguimos nenhum restaurante limpo e ficamos extremamente preocupados com a falta de higiene e resolvemos voltar para o hotel. A fome era tanta que não tivemos escolha, tivemos que desembolsar quase R$600,00  de um jantar por pessoa e a comida nem era tão espetacular!  Depois do jantar, assistimos várias apresentações de danças em frente ao bar e foi super bacana.

Ao retornamos para o quarto, vimos vários bichinhos correndo no gramado e fomos mexer com eles mas, estava muito escuro, ao sentarmos na varanda de repente apareceram vários deles e se não fosse a lanterna do iphone, jamais teríamos percebido que aqueles animais que achávamos ser esquilos, na verdade eram ratos. Isso mesmo, estávamos em uma ilha top, em um lugar luxuoso que a noite era invadido por ratos. Nos trancamos no quarto e de lá saímos somente no dia seguinte!

Ao lermos livros sobre a colonização da ilha, havia relatos de que muitos colonizadores deixaram a ilha pois, ela estava infestada por ratos. Fomos embora em dois dias! Agora você me pergunta:
Valeu a pena ter ido?  Valeu sim e eu me diverti muito até descobrir que havia roedores por toda a parte. Quero deixar bem claro que  o problema não é o hotel mas, a própria ilha que sempre teve a presença de roedores desde a sua existência, então se você não tiver problemas com esses bichinhos pode ir tranquilo mas, se você tiver pavor deles, não saia a noite!
hotel-1 hotel-la-pirogue-1 hotel-la-pirogue-1a hotel-la-pirogue-1b hotel-la-pirogue-2 hotel-la-pirogue-3 hotel-la-pirogue-4 hotel-la-pirogue-4a hotel-la-pirogue-4b hotel-la-pirogue-5hotel-3hotel-la-pirogue-5a hotel-la-pirogue-6 hotel-la-pirogue-7 hotel-la-pirogue-8 hotel-la-pirogue-9 hotel-la-pirogue-10 hotel-la-pirogue-11 hotel-la-pirogue-12 hotel-la-pirogue-13 hotel-la-pirogue-14 hotel-la-pirogue-15 hotel-la-pirogue-16 hotel-la-pirogue-17hotel-2 hotel-la-pirogue-18 hotel-la-pirogue-19 hotel-la-pirogue20 hotel-la-pirogue20a hotel-la-pirogue21 hotel-la-pirogue21a hotel-la-pirogue-22 hotel-la-pirogue-23 hotel-la-pirogue-24 hotel-la-pirogue-25 hotel-la-pirogue-26 hotel-la-pirogue-27 hotel-la-pirogue-28 hotel-la-pirogue-29

ILHA MAURICIA

Há cerca de 800 km a leste da ilha de Madagascar fica a Ilha Maurícia, uma ilha que eu nunca sonhei em pisar um dia, e vou contar a minha experiência por lá.
Muitas pessoas ficam na dúvida entre Maldivas, Seychelles, Taiti ou Maurício, como eu conheço Maldivas e Maurício vou dar minha opinião entre as duas ilhas, ok?
Ao contrário do que dizem a Ilha Maurícia não fica tão perto de Seychelles e não há vôos a toda hora, sem contar o preço que não é nada barato, ou seja, ou você vai para Maurício ou para Seychelles.
Nosso vôo partiu de Madagascar e chegamos em Port Louis, a passagem pela imigração foi super tranquila e a ao desembarcar a sensação era de que estávamos no paraíso, pegamos um táxi credenciado que nos levou para “Flic and Flac,” região onde ficava o hotel.
O aeroporto é bem longe e gastamos uma nota pois, não tínhamos outra opção no momento. O caminho era cercado de campos de cana-de-açúcar, que ocupam mais de 50% da ilha e cheio de montanhas, tornando o trajeto um verdadeiro colírio.Enfim chegamos ao Hotel e amanhã vou contar minha experiência aqui!

mauritus-1 mauritus-2 mauritus-3 mauritus-4 mauritus-5 mauritus-6 mauritus-7 mauritus-8 mauritus-8a mauritus-9 mauritus-9a mauritus-10 mauritus-11 mauritus-12 mauritus-13 mauritus-14